PESQUISE NO BLOG

Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 7 de março de 2010

O QUE É MAÇONARIA?

Siga este blog no Twitter e fique por dentro das novidades!

 

3d0061

De antemão, peço que os leitores deste artigo/post se libertem do pensamento de tudo que sabem a respeito de Maçonaria ou o que leram nas diversas fontes espargidas nas páginas da Internet, Livros, Revistas, Jornais etc..,  para que depois de lidos estes próximos parágrafos tenham uma idéia correta sobre o assunto. Por isto é que vou tentar fazer as explicações a seguir como ponto de partida para aquilo que pretendo dizer: “ O que é Maçonaria?” .

Os Maçons, meus leitores, estão sempre abertos aos diálogos e após a leitura deste artigo, você irá notar que se indagar algum Maçom sobre alguns aspectos da Maçonaria com conhecimento prévio que obterá, estes irão se esforçar em responder suas perguntas a contento, até onde isto lhes for possível.

De inicio, quero explicar aos leitores o que a Maçonaria não é, e será muito simples o entendimento.

A Maçonaria não é um movimento político, nem uma sociedade de interesses, nem uma associação religiosa, e quão menos uma Sociedade Secreta. E ponto!

Então o que é Maçonaria? É uma associação de Homens que se reconhecem como Irmãos, vista em evidência por todo mundo, e está acima da política, da nacionalidade, da raça e das fronteiras. Ela propõe unir os homens que caso contrário, jamais iriam se encontrar.

Ela deve superar a separação entre os homens, destruir contradições e tirar o Homem do isolamento do trabalho sem moderação e do mundo de consumo. Isto tudo através do maior engajamento do ser humano.

É uma associação de cunho ético que através do seu procedimento comprovado, transmite os seus valores através dos séculos sem nunca ficar fora de moda. Assim, humanidade, boas maneiras, confiança, fraternidade, liberdade, justiça, tolerância são critérios de orientação para o próprio pensamento e crítica para um modo de conduta e estilo de vida.

Os Maçons são da opinião que este mundo não poderá ser modificado por ideologias criadas pelos homens. Eles acham que as mudanças para o positivo só então poderão vir ao mundo quando, cada um por seu modo de pensar próprio aperfeiçoe o seu modo de agir.

Caros leitores, antecipadamente, quero agradecer pela leitura deste artigo, e posso afirmar que também antecipadamente que a Maçonaria é totalmente legal, tradicional e heterodoxa, ou seja , seu sistema ritualístico é único, mas suas idéias se atualizam a cada instante dentro de um caráter progressista pouco comum em entidades sacramentares. Talvez seja isso que a mantém “ em pé” até os dias de hoje.

É previsto , pela legislação brasileira, e também de vários outros países que uma Loja seja uma associação registrada legalmente e que eleja em pleito sigiloso e democrático a sua Diretoria que pode ter o mandato de um ou dois anos, e esses Membros eleitos são anunciados no registro da associação. Cada membro tem direito a voto desde a sua colação ao Grau de Mestre Maçom, pois assim passa a ter todos os direitos maçônicos universais. Nós chamamos o Presidente de uma Loja Maçônica de Venerável Mestre e os outros dois primeiros Diretores de 1o e 2o Vigilantes, assim também se tem uma denominação peculiar para demais cargos.

Os Membros das Lojas Maçônicas se tratam como Irmãos. As esposas dos Irmãos, chamamos de Cunhadas, e os filhos de sobrinhos(as). Tudo dentro de uma grande Família.

Uma Loja é formada pelo Mínimo de 07 ou 21 Irmãos, dependendo da regulamentação da Potência à que se encontra associada.

No Brasil , existem atualmente mas de 6 mil lojas, perfazendo um total de aproximadamente 300.000 membros.

Poupar-me-ei neste momento de mais pormenores estatísticos pois não são de importância para o entendimento a que me proponho. Ainda é importante anotar que as Lojas, dentro deste quadro, são individualmente autônomas.

Qualquer membro pode visitar uma Loja Maçônica em todo mundo.

Um membro recém-iniciado, nós lhe chamamos de Aprendiz, conforme antigo costume do Oficio dos Construtores. Leva aproximadamente um ano, com freqüência regulamentar em Loja, até que se familiarize na própria Loja , na Maçonaria e nos seus costumes.

Em seguida, ele se torna Companheiro. Após freqüência regular de no mínimo seis meses ele deve estar apto a conhecer a Maçonaria e entendê-la. Dado isto, ele se torna Mestre, podendo assumir funções em Loja, correspondentes as suas aptidões.

Em especial, existe muita coisa para ler e aprender no 1ª Ano e meio.

Cada novo irmão possui um Padrinho ou Garante a qual ele pode se dirigir quando tiver dúvidas.

Talvez paira a seguinte pergunta: O que realmente os Maçons fazem?

Encontramo-nos em nossas Lojas geralmente uma vez por semana. O começo dos trabalhos é normalmente às 20:00 h e o encerramento às 22:00 h.

Os trabalhos devem ser freqüentados com regularidade. Isto não significa obrigação de freqüência, porém esperamos uma justificativa se alguém tiver um impedimento.

Explicar sobre o que se trata nosso trabalho em Templo ou em Loja é praticamente impossível de transmitir, pois ele se realiza de forma restrita do intelecto, em sua maior parte em sua vivência e na área da experiência. Isto, porém, não será possível transmitir. Está aí o grande problema, para nós Maçons nos tornarmos entendidos por não Maçons, mesmo se nós quisermos. Exemplo: Um leitor pode assistir um concerto maravilhoso e depois tentar explicar à um outro que não assistiu, não terá sucesso, pois vivenciou algo transmissível somente de forma incompleta ou de forma nenhuma. Assim também é com um trabalho ritualístico em Templo. Portanto, só vou poder tentar transmitir aos leitores uma pequena noção.

Em reunião, que não sejam Trabalho de Templo encontramo-nos em traje social normal. Em trabalho de Templo comparecemos em traje social solene, normalmente de ternos pretos, camisa branca e gravatas com cores e modelos em acordo ao Rito adotado pela Loja, e assim podem perceber nos Maçons presentes. Até Cartolas existem... algo peculiar ao Rito Schröder, rito este praticado por este autor.

Já a caminho de nossas Lojas, sentimo-nos alegres na esperança de um encontro festivo.

Pouco antes do início dos trabalhos, reunimo-nos na ante-sala e preparamo-nos para a sessão, o leitor poderá ver algo parecido quando tiver a oportunidade de participar daquilo que chamamos de “ Sessões Públicas” . Em seguida, nos recolhemos para um ambiente que chamamos de Templo, para realizar uma cerimônia, e nos esforçamos ao máximo para deixar para trás todos os problemas do cotidiano, pois, dentro de Loja queremos nos abrir para acolher dentro de nós algo que nos seja importante. Assim ficamos cercados de muitos símbolos, muitos dos quais, se originaram do oficio da construção, a eles procuramos nos dedicar de modo contemplativo, procurando o ensinamento simbólico que cada qual pode nos transmitir, matéria esta já explicada pelo Psicólogo Jung quando explana os diversos níveis do Consciente e do Inconsciente. Isto consiste principalmente em um diálogo entre o Venerável Mestre e os Vigilantes, tal como verá e ouvirá na abertura das chamadas Sessões Públicas em que o leitor tiver oportunidade de comparecer.

Escutamos músicas, discutimos assuntos internos e externos, e assistimos, geralmente, uma palestra que chamamos de “Peça de Arquitetura” ou “Pedra de Construção”. Não existe possibilidade de tomar um posicionamento em relação à Peça de Arquitetura ou Pedra de Construção. Deve-se acompanhar, em silêncio, o pronunciamento do Palestrante. Assim somos obrigados a escutar o pronunciamento até o seu final e termos uma pequena experiência reconhecedora, porque algo se tornou claro em nós que não tínhamos lembrado anteriormente.

Para que neste artigo não haja um mal entendido, o “Trabalho em Templo” para nós significa o trabalho na construção do Templo da Humanidade. Um trabalho em templo é o ponto central da Maçonaria.

Aqui se torna visível a estrutura de estudos da Maçonaria. Isto, porém, é uma coisa muito especial, a estrutura de estudos não obriga a nada, só oferece, pois é formulado de tal forma que seja perceptível pela visão, audição, intelecto, coração e sentimento e que nos atinja profundamente. Porém, cada um é convidado a desbravar para si próprio os ensinamentos, os reconhecimentos e o presumível.

A estrutura de estudos justamente se caracteriza pelo fato de não obrigar ninguém a nada, nem induzir à um certo direcionamento. A estrutura de estudos, porém, é a própria pessoa individual. Trata-se de seu desenvolvimento pessoal interior, totalmente pessoal. A Maçonaria é direcionada à pessoa individual. Ela intera a pessoa em seu desenvolvimento para tornar-se um melhor membro da nossa sociedade humana. Por isto a Maçonaria não acontece de forma espetacular para fora.

Entretanto, há uma coisa que ainda não mencionei, no final de cada “Trabalho de Templo” e não de eventos, acontece uma coleta de donativos para uma finalidade humanitária. Praticar o bem, prestar ajuda onde há necessidade é uma tarefa da Maçonaria, e isto não é a sua tarefa principal, mas sim é a expressão de um pensamento humanitário totalmente normal. Assim também existem numerosas instituições permanentes, que são apoiadas e subvencionadas de forma silenciosa, porém, duradoura pelos Maçons…

Acompanhe o Blog, leia os post´s e você irá compreendendo esta tão formosa e organizada Sociedade Discreta….!!!

“ O ESCRITOR MAÇOM”

AVISO: Não deixe de Visitar o site de nosso Patrocinador, A GOLDSTAR JÓIAS - Nos ajude a manter o BLOG.
Clique 
aqui e veja quantas coisas bacanas.

1 comentários:

Frank Matos disse...

A única coisa que sei, é que a maçonaria trabalha para destruir a Igreja Católica Apostólica Romana por dentro. E que os iluminatis são seus responsaveis. Não acreditam na Trindade Santa!

Comente a Postagem Aqui:

Related Posts with Thumbnails

O Escritor Maçom no Mundo

  ©O ESCRITOR MAÇOM - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo